12
Mar 13
publicado por Sofá Rouge, às 15:34link do post | comentar

Angaria um beijo meu
No espanto de vida colado
À rua que de mim te perdeu
Num abraço não dado,
Agrafado, colado ao teu.
Respira-me o ar, nesse beijo
Deposto de um raio de luz
E de tudo que não vejo
Senão o calor dos corpos nus.
Eu e tu.
Num beijo roubado
Ou abraço colado
Num mundo passado
De futuro trilhado.
Eu e tu.


Não gosto de rótulos nem de catalogar as coisas... mas na minha modesta opinião, acho que aquilo que escreve... só pode estar na "prateleira" do bom... do muitissimo bom!
Anónimo a 12 de Março de 2013 às 15:44

Março 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
13
14
15
16

18
19
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


comentários recentes
Das coisas mais belas que li... De uma simplicidad...
Maravilhoso texto sobre o tempo, um recurso que de...
Gosto da sua escrita... gosto mesmo muito, gosto d...
Não gosto de rótulos nem de catalogar as coisas......
Gosto tanto da forma como expõe ideias, gosto da m...
Posts mais comentados
43 comentários
39 comentários
18 comentários
13 comentários
11 comentários
Donativos