28
Jun 11
publicado por Sofá Rouge, às 11:36link do post | comentar
Tenho a dura consciência que sou o outro.
Não o outro, o amante. Nada disso.
Simplesmente o outro. O que veio depois. O que apenas é o outro.
O que vem depois de um abraço já dado.
O que vem depois de um beijo sentido.
O que vem depois de um despir de desejo.
O que vem depois de uma espera de saudade.
O outro.
O que de tudo de cima, tem tão pouco de novo.
Que simplesmente vem depois de tudo o resto.
tags:

*e depois? e já pensou que tb na sua vida alguém foi só a outra? a outra a quem beijou a outra a quem abraçou a outra a quem despiu..... mas pode bem ser o outro que fez td a diferença na vida de alguém!!!
Não interessa ser o outro , interessa ser AQUELE...
Anónimo a 28 de Junho de 2011 às 11:45

Tem toda a razão! Mas antes de mais, obrigado pelo comentário.
A ideia não é tanto transmitir algo que eu possa personificar ou personalizar, mas antes trazer à discussão algo que pode ser real para alguém.
Será que não é assim, algures?
E a questão que se coloca poderá ter a ver com emoções e sentimentos que ainda possam estar a ser experienciados por essa pessoa. Já pensou como se sentirá alguém que sinta tudo isto, apenas porque tudo o resto que vive o faz sentir assim? Se for o tal, AQUELE(A) certamente nada disto sentirá ou viverá no seu dia-a-dia. certo?
Carabina Vermelha a 28 de Junho de 2011 às 11:52

*errado!
explico.....
Obviamente que estas angustias, passam pela cabeça de quase td a gente! tb eu me sinto a "outra" tb eu me pergunto mts vezes , pq? Mas será esse o sentido que devemos dar às coisas? pq ser sempre tão negativo em relação a td? O que às vezes me incomoda na sua escrita, não é tanto a dureza com que mts vezes escreve, mas sim a carga negativa com que descreve as coisas! Já reparou que seremos sempre o outro quer na vida pessoal quer na profissional?? ja pensou que triste seria a vida se tds pensassemos assim?
Muitas das vezes as coisas BOAS da nossa vida não são as primeiras, devo por ex dizer-lhe que o meu 1º beijo foi horrivel , mas o do "Outro" foi, é e será dos melhores!
Não interessa tt ser o Outro, já não me martiriza, prefiro antes ser a Especial, a que ng esquece....Havemos sempre de experenciar este tipo de sentimentos, se ser o outro(a), de não sermos o 1º, mas não será melhor ser "AQUELE" e não o Outro?
Anónimo a 28 de Junho de 2011 às 12:03

Certo. Nada do que diz contradiz o que eu disse em cima.
A questão é quando alguém se sente assim porque o fazem sentir... E se sente isso, certamente não será AQUELE especial, como diz. Caso contrário, isso em nada era relevante.
Carabina Vermelha a 28 de Junho de 2011 às 12:06

Quantas vezes nós somos Aquele de alguém e não o sabemos, não o sentimos, o inverso tb é verdadeiro, não fazemos sentir, não fazemos saber que aquela pessoa é AQUELA. O ser humano é formatado desde muito cedo para não se entregar, para não mostrar o "jogo" pois isso coloca-o em desvantagem e esse é um dos maiores erros no amor, a desvantagem é exactamente não mostrarmos o "jogo", é fazermos bluff, o amor não é um jogo, mas nós teimamos em vê-lo como tal.
Anónimo a 28 de Junho de 2011 às 12:19

Ora aí está!
Acertou na mouche, digo eu...
O medo, as barreiras, os passados, levam-nos a ter medo de viver o presente-futuro. "Obrigam-nos" a refrear o que não deve ser refreado, fazem com que não mostremos, que não digamos, que não façamos alguém sentir que é especial e, quem sabes, AQUELE ou AQUELA.
E quem perde?
Todos nós...
Por vezes, perdemo-nos a nós e ao nós.
Carabina Vermelha a 28 de Junho de 2011 às 12:23

mas então a culpa é nossa! que deixamos que nos façam sentir assim, certo?
Anónimo a 28 de Junho de 2011 às 12:26

Quem sabe se isso não é uma grande verdade...
Carabina Vermelha a 28 de Junho de 2011 às 12:30

ah! por isso eu ás vezes digo , q o amor é para ser vivido e não pensado, não deixar que os terrores passados nos atormentem o presente/futuro...... pq é que havemos sempre trazer o q de mau o passado teve para nos impedir de ser felizes no futuro? que aquele(a) ou com o o outro!
Wu não tenho medo de dizer que AMO, que alguém é mt especial para mim, as consequencias que daí posso sofrer , serão só minhas.... qd se sente deve-se dizer, quer seja o outro ou aquele!
Anónimo a 28 de Junho de 2011 às 12:32

o amor é o mais belo e o mais egoísta dos sentimentos, queremos ser os únicos, os primeiros, o primeiro beijo, o primeiro toque, a primeira vez, o primeiro amo-te, o primeiro suspiro e para além de ser o primeiro, queremos ainda ser o melhor e ficamos presos muitas vezes nesse nó. A culpa é de todos nós que sentimos e às vezes fazemos sentir
Anónimo a 28 de Junho de 2011 às 12:40

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


24

26


comentários recentes
Das coisas mais belas que li... De uma simplicidad...
Maravilhoso texto sobre o tempo, um recurso que de...
Gosto da sua escrita... gosto mesmo muito, gosto d...
Não gosto de rótulos nem de catalogar as coisas......
Gosto tanto da forma como expõe ideias, gosto da m...
Posts mais comentados
43 comentários
39 comentários
18 comentários
13 comentários
11 comentários
Donativos