29
Jun 11
publicado por Sofá Rouge, às 12:30link do post | comentar
Reparo que tenho estado cada vez mais em off. Talvez seja a melhor forma de não me magoar. Deixar de fazer planos, de pensar à frente, de ver o futuro mais adiante...
Percebo que nem tudo corre como se quer. Nem tudo é fácil.
Reparo que vou desligando, até de mim mesmo. Do Ser, do imaginar, do sonhar...
A realidade é dura, mostra-nos a crueldade do agora. O hoje é frio, distante do sonho, sombrio. Amarra-nos a medos e receios. Medo de viver, de deixar, de soltar.
Nem sempre podemos ter, mas quando podemos ser nada se compara. Ser de alguém é algo fabuloso, é o paraíso na terra. É... ser-se, sendo. Sendo-nos. Ser o mundo, ser a vida, ser a alma, ser a paz, ser o conforto, ser o ombro, ser companheiro, ser amigo, amante, ser sem ter de estar, ser o tudo, ser o tal, ser porque se ama, ser, simplesmente ser... Não será isto o fundamento do amor? O ser sem ter de ter, sem ter de estar? Simplesmente ser...
Quando se é, nada mais importa. Nada mais se procura. Nada mais faz falta. É-se um és-me de alguém.
Porque se é.
É-se de alguém.
Simplesmente, é-se. Livremente.
E aí, somos livres de nós, somos paz, somos um, somos nós.
Percebemos nós a importância do Ser?
tags:

* acho que chegou a uma belissima conclusão! a conclusão de que não vale a pena fazer planos, há mt que os deixei de fazer e aprendi a viver dia-a-dia, viver o dia e tiral dele o melhor q nos pode dar, é-se mt mais feliz! Viver o dia sem pensar no amanhã, amanhã logo se vê!Os planos raramente resultam, raramente correm cm queremos, e sim nem tudo é fácil! Contudo não deixo de sonhar, sonhar faz viver, mas sonhar sem planear sem sair da realidade que é quase sempre dura.Sou mais feliz assim, mt mais feliz!
nem sempre se pode ter quando se quer e como se quer, mas podemos sim ter, sendo!
De facto poder-se pensar q se é conforta-nos a alma, o coração, ser o tudo e o todo, sem pressões, sem amarras, sem receios e medos de cm será o futuro! Não vale a pena, tudo é finito até mm o amor, e por isso para mim o amor é para ser vivido e não pensado. Viver saborear, sentir e ser, enquanto dá , enquanto se pode, enquanto se quer, enquanto se é!
Às vezes não é preciso ter-se a td a hora, estar a td o instante,acordar sempre ao lado.... a saudade a distância, no sentido fisico, pode até ser mt bom, aperta os laços, dá-nos força a ser melhores a amar mais ou a amar melhor.Tudo pode SER quando se quer, nao quando se impõe, não qd é obrigação....
Amar livremente sem amarras, ser-se de alguém porque simplesmente é-se pq se ama, pq se sente.....e que bom saber que se é de alguém e que somos de alguém que nos quer bem, que nos ama como somos , com virtudes e defeitos...... ser-se pq se é!! é bonito é o amar no sentido mais puro.Pq o Amor, mm que mts vezes não se queira, é o mais importante da vida!
Sem amor não somos nada, falta-nos sempre um pedaço.....até pq dizer e ouvir um AMO-TE , espontâneo, vindo do nada, faz-nos sempre sorrir!
CARPE DIEM.... é o meu lema .... e sim , SOU MT MAIS FELIZ AGORA!
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 13:43

* e sim, fez-me chorar!!! obrigadinha :)
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 13:46

acho que sim que devemos viver o presente, mas não devemos descurar o futuro, não se vive só do hoje e isso sim, na minha modesta opinião torna as coisas finitas, é bom sonhar e fazer planos também, podem não correr como esperávamos e não ser como esperávamos, não tem que necessariamente ser mau. Quanto ao ser, simplesmente ser é a coisa mais maravilhosa que nos pode acontecer, é a maior das transformações que sofremos e é tão bom quando mais do que nos apercebermos disso é sentirmos que já não nos pertencemos e aí sim somos felizes, hoje, mas piscando um olho ao amanhã... :)
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:07

* a questão não é descurar o futuro, é tanto mais nao pensar nele cm se não houvesse amanhã!
Obviamente que ng deixa de pensar no futuro no amanhã no como será, mas sem amarguras e desesperos..... viver simplesmente viver, de bem com a vida, de bem com todos , debem com o presente para que aí sim o futuro seja melhor! :)
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:11

e será que conseguimos? :)
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:18

* acho que sim..... pelo menos eu tenho tentado e tenho-me dado bem....cm diz o outro, tudo se consegue quando se quer....... qd a força é grande e a vontade é enorme.
tenho aprendido a saborear melhor as coisas, a ve-las com outros olhos, tenho sido mais feliz , na verdade, mt mais feliz .... :)
Sendo que a felicidade são momentos, tenho sabido aproveitá-los melhor! sem pressas...
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:25

* a vida é a nossa melhor conselheira, as pessoas que por ela passam os acontecimentos, e o mais importante é saber tirar lições, conseguir ou ter tentar pelo menos perceber o porquê de acontecerem, só assim conseguimos aprender e valorizar o que ela nos dá e tira!e dps relativizar .... acho que levamos td muito a sério, muito a peito......
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:31

Se calhar o problema é precisamente esse, não? O de relativizar e fazer de conta?
Por vezes o mal está em não querer olhar de frente para as coisas e tentar perceber o porquê... é muito mais fácil relativizar e dizer que já foi, é passado... mas será isso o melhor para nós? não estaremos simplesmente a tapar o Sol com a peneira?
deixo a questão...
Carabina Vermelha a 29 de Junho de 2011 às 15:37

*não é fazer de conta, nem tapar o sol com a peneira, nem deixar andar, simplesmente pensar que não á a pior coisa do mundo, que tudo se pode resolver, não viver só para os problemas , tentar percebe-los sim, mas sem achar que somos os mais desgraçadinhos do mundo! na verdade não me faz feliz, mas há pessoas piores que eu, e então se eu dexar de me sentar na cadeirinha a lamentar-me da vida, pq não me levantar e pelo menos tentar ajudar? a relativização não se prende aqui com o fazer de conta, tem mais a ver com dar importância a mesquinhices, é nesse sentido que falo!
E dps somos finitos, ng é insubstituivel, e qd formos já nada importa......
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:48

concordo consigo, claro que há coisas que podemos relativizar, mas é preciso ter cuidado pois se não tivermos "processado" devidamente as coisas, mais tarde ou mais cedo haverá algo que fará com que elas nos tomem de assalto e aí os danos serão com toda a certeza muito maiores...
Anónimo a 29 de Junho de 2011 às 15:54

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


24

26


comentários recentes
Das coisas mais belas que li... De uma simplicidad...
Maravilhoso texto sobre o tempo, um recurso que de...
Gosto da sua escrita... gosto mesmo muito, gosto d...
Não gosto de rótulos nem de catalogar as coisas......
Gosto tanto da forma como expõe ideias, gosto da m...
Posts mais comentados
43 comentários
39 comentários
18 comentários
13 comentários
11 comentários
Donativos