Adorei! O Carabina não perde a sua força mesmo mudando de língua... até parece que ganha outra musicalidade.
Muito bonito... algo melancólico, algo vazio, mas tão cheio de sentimento, de sensações. Muito belo.
Anónimo a 19 de Abril de 2012 às 12:44