24
Out 12
publicado por Sofá Rouge, às 15:36link do post | comentar

É feio. Dá comichão na barriga e é feio. Apetece vomitar a feijoada. Só não o faço porque o arroz branco estava delicioso. como há muito não fazias igual. Mas que é feio, lá isso é. olha que é mesmo pelo arroz, senão tu ias ver! Ai ias, ias! E depois, ficava tudo ainda mais feio, com o feijão mastigado - e feito bolo alimentar, atacado pelos ácidos do estômago -, espalhado pelo chão.
Acho que é melhor não se falar mais nisso. É mesmo, mesmo feio. Apre!


publicado por Sofá Rouge, às 15:16link do post | comentar | ver comentários (1)

Dedicávamo-nos a batalhar por ideais. Lutávamos de letra em riste, nos parágrafos gritados por nossa boca. Ecoavam-se siglas de sentimentos. Voavam bandeiras em firmamentos. Lutávamos, lutávamos. Pensávamos ter um lugar na história. O nosso canto. Ganho. Árduas batalhas de conquista nos haviam oferecido nosso encanto. Duras conquistas idealizámos. Conquistas desfraldámos em marchas lentas. Avenidas calcorreámos de pé descalço. Pensávamos, lutávamos, gritávamos. O mundo seria nosso. Idealmente nosso.

Julgávamos…

 


publicado por Sofá Rouge, às 13:21link do post | comentar

Entrefolham-se razões
em dias do avesso
nos parágrafos das curvas
que o teu peito mostra
às minhas mãos.
Hoje.


Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
15
16
19
20

26
27

28
31


comentários recentes
Das coisas mais belas que li... De uma simplicidad...
Maravilhoso texto sobre o tempo, um recurso que de...
Gosto da sua escrita... gosto mesmo muito, gosto d...
Não gosto de rótulos nem de catalogar as coisas......
Gosto tanto da forma como expõe ideias, gosto da m...
Posts mais comentados
43 comentários
39 comentários
18 comentários
13 comentários
11 comentários
Donativos
subscrever feeds